sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Terapias Corpo/Mente e Fibromialgia

Alguns dos métodos utilizados em pacientes com fibromialgia (FM) são as chamadas terapias mente-corpo, que se utilizam de dois princípios básicos: a mente e o corpo compõem uma unidade indissociável, e a influência que o corpo exerce na mente - como por exemplo a dor levando a um humor deprimido – é na verdade uma rua de duas vias. A mente também influencia o corpo de maneira importante, tanto negativa quanto positivamente. E as terapias mente-corpo tentam explorar as capacidades da mente de aliviar alguns dos sintomas relacionados com a fibromialgia, e apresentaremos alguns destes métodos aqui: 


1) Meditação: Estudos mostram que a meditação é útil no tratamento da FM. A meditação basicamente consiste em um exercício para acalmar e focar a mente. Existem vários métodos para meditar, como repetir uma palavra ou frase continuamente ou focar na respiração no presente, sem se preocupar com o passado ou o futuro. Para meditar, treine. Tire de 10 a 20 minutos de seu dia, sente-se em uma posição confortável, feche os olhos e respire naturalmente. Com o tempo, a mente ficará cada vez mais focada. 

2) Yoga: A Yoga é uma forma de meditação, combinada com a prática de exercícios de força e flexibilidade. Existem vários tipos de Yoga. Na mais praticada, a pessoa assume posições ou poses, chamadas de asanas, que alongam uma parte do corpo, enquanto se observa a respiração e se pratica a meditação. Para pacientes com FM, é importante começar de maneira lenta, gradual, com um instrutor que entenda que não pode haver dor na realização da posição. Deve-se ressaltar também que a Yoga não é um substituto para a atividade física aeróbica, vital no tratamento da FM. 

3) Tai chi: Consiste em um exercício oriental que se parece uma dança em câmera lenta. Ele é especialmente bom para pacientes com problemas de equilíbrio. O Tai Chi consiste numa série de movimentos, chamados formas, que se fundem um no outro. Os movimentos suaves e lentos são úteis por não gerarem dor em pacientes com FM, e quando associados à meditação (quigong) oferecem uma forma efetiva de relaxamento. 

4) Biofeedback: Nesta técnica, o paciente é treinado a responder a sinais do próprio corpo. O profissional treinado afixa sensores no corpo do paciente, e estes estão ligados a um computador ou aparelho, que informa com um som ou uma luz como está o corpo, e o paciente tenta alterar este estado. Por exemplo, se os músculos dos ombros estão tensos, sensores são colocados neste local e uma máquina apitará cada vez que o músculo estiver muito tenso. Então, através de relaxamento e outras técnicas, o paciente terá condições de fazer a musculatura relaxar, e a máquina soará diferente. Desta maneira, através de tentativa e erro, o paciente aprenderá como relaxar os ombros, e mais tarde poderá fazer isso sem o auxílio do aparelho.

1 comentário:

tenhofm disse...

oi, comecei a escrever um blog tb e vou linkar o seu, tudo bem? tb tenho esse troço e seu blog tem um ótimo conteúdo... parabéns

um ótimo dia